top of page

O que é o Score Serasa e como aumentar sua pontuação?


O Score, produto oferecido pela Serasa, mede a forma como nos comportamos com as dívidas. Ele mede o nosso comprometimento com o crédito, aumenta as nossas chances de conseguir financiamentos e empréstimos e além disso, ainda possibilita conseguir melhores taxas de juros no mercado. 


Um cenário tão sonhado e desejado por muitos brasileiros é um Score alto. 


Porém, o terror de grande parte dos brasileiros com certeza são as dívidas. Segundo dados da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), 78,5% das famílias brasileiras relataram ter dívidas ativas. 


Se você faz parte desse número, já deve ter se perguntado como melhorar a sua saúde financeira e sair do endividamento, certo?


Então, agarre os seus boletos e vamos em busca do sonhado nome limpo!


Hoje você vai aprender TUDO sobre como melhorar o seu Score!


Boa leitura!


O que é o Score da Serasa?

O Score é uma pontuação de crédito, ou seja, é uma forma das empresas e bancos saberem como o consumidor se comporta com os seus compromissos financeiros. Ao consultarem o Score as empresas conseguem avaliar o histórico recente de cada pessoa e assim ter uma tomada de decisão mais precisa. 


Essa pontuação é usada para avaliar o risco em conceder crédito para uma pessoa ou empresa, dessa forma as instituições financeiras e bancos conseguem medir qual a chance de um CPF ou CNPJ cumprir com prazos de pagamentos, evitando assim inadimplências. 


Segundo dados da Serasa, o cálculo do Score é feito usando vários critérios, entre eles: o histórico de pagamento de dívidas, o número de consultas realizadas ao CPF ou CNPJ, o tempo entre contratações de crédito, o tempo de relação com bancos e outros fatores. 


Cada um desses critérios possui um peso e é medido da seguinte forma: 


  • Histórico de pagamentos (55%): esse é o fator mais importante para o cálculo do Serasa Score. O pagamento em dia das dívidas, registrado no Cadastro Positivo, aumenta a pontuação, enquanto atrasos e inadimplência a reduzem. 

  • Registro de dívidas e pendências (33%): o cálculo considera as dívidas negativadas do consumidor. Pendências como protestos, cheque sem fundo, falências no CPF e outras também prejudicam a pontuação.  

  • Consultas ao CPF para ofertas de crédito (6%): a quantidade de consultas de crédito ao CPF ou CNPJ do consumidor ou empresa em pouco tempo também tende a prejudicar o Serasa Score (em até 60 pontos). Muitas consultas em um curto período podem indicar que o consumidor ou empresa está buscando crédito em excesso e pode estar com dificuldades financeiras. 

  • Evolução financeira (6%): a idade e o tempo do cadastro do CPF ou CNPJ do consumidor ou empresa na base de dados da Serasa Experian também são considerados no cálculo do Serasa Score. Pessoas com um cadastro mais antigo tendem a ter pontuação mais alta. Manter o cadastro atualizado é importante para pontuar nesse critério.  

Quais são as faixas de pontuação?

A pontuação de crédito da Serasa varia de 0 a 1000 pontos, levando sempre em consideração os critérios avaliados anteriormente. 


Quanto maior a pontuação, maior a chance de se obter crédito e melhores condições de pagamento. Afinal, as empresas e bancos entendem que a probabilidade de inadimplência do consumidor é pequena. 


O contrário ocorre com quem possui um nota baixa no Score, afinal, as instituições entendem que a chance de inadimplência do consumidor é alta. Com um Score baixo, as chances de se conseguir crédito “na praça” são proporcionalmente baixas. 


  • Score muito baixo: de 0 a 300 pontos. Alto risco de inadimplência. 

  • Score baixo: de 301 a 500 pontos. Risco médio de inadimplência. 

  • Score bom: de 501 a 700 pontos. Baixo risco de inadimplência. 

  • Score excelente: de 701 a 1000 pontos. Baixíssimo risco de inadimplência. 

Como aumentar a pontuação do Score?


1. Pague as contas em dia

Esse é o critério com maior nota para o seu Score, representa cerca de 55% da sua pontuação, e por isso é muito importante manter o pagamento das suas contas em dia.


Além de evitar juros, você demonstra um bom compromisso financeiro.


2. Diminua a quantidade de compras parceladas

As compras parceladas costumam ser um alívio para o bolso de qualquer um, mas elas precisam ser feitas com cautela. Afinal, de parcela em parcela você pode acumular uma dívida alta e ter o seu nome sujo.


Uma dica é não comprometer mais do que 20% da sua renda com o pagamento de dívidas.


3. Avalie as condições financeiras antes de solicitar crédito

Não adianta contratar um empréstimo ou financiamento, por exemplo, se você não conseguir lidar com o pagamento dessa dívida a longo prazo. Além disso, as consultas em seu CPF também diminuem as chances de ter um Score alto; então evite uma busca constante de novas opções de crédito.


O segredo aqui é, ter disciplina, não perder o foco e ser muito transparente em relação às suas condições financeiras no momento.


4. Evite solicitar diversas linhas de crédito ao mesmo tempo

Como dito anteriormente, as consultas no CPF ou CNPJ diminuem a chance de ter um Score alto. Então, evite solicitar crédito a todo momento e em mais de uma instituição. 


Essa é uma ação que pode mais prejudicar as suas chances de aprovação do que ajudar, além disso, você pode contrair mais dívidas do que realmente pode pagar e sujar o seu nome.


5. Tenha contas em seu nome

As contas (de energia, de internet, de gás, etc) são uma excelente forma de mostrar o seu histórico como pagador. Então, é sempre importante manter alguma conta em seu nome e manter o pagamento em dia. 


Você precisa estar ativo no mercado para que as empresas possam consultar o seu histórico. 


6. Renegocie dívidas e limpe o seu nome

Se você ou a sua empresa estiverem inadimplentes, as chances da sua pontuação Serasa diminuir são altíssimas. Priorize sempre a renegociação dessas dívidas. 


Com um nome limpo as suas chances de crédito aumentam e você evita dores de cabeça na hora de negociar.


7. Faça cotações de seguros para o seu patrimônio 

A gente já falou aqui sobre a consulta em seu CPF ou CNPJ ser prejudicial, certo?! Mas, você sabia que existe um tipo de consulta vista como “boa” para o seu nome? São as consultas de seguradoras. 


Funciona assim: a Serasa entende que você está em busca de proteger o seu patrimônio (casa, carro, etc) e isso é uma atitude positiva e com isso você acaba “ganhando pontos” na hora de calcular o seu Score!


Viu só como aumentar a sua pontuação do Score Serasa não é um bicho de 7 cabeças? Com organização e compromisso é possível mostrar ao mercado o seu potencial como consumidor e quitar suas dívidas dentro do prazo. 


Agora, chegou a hora de colocar essas dicas em prática! Vamos juntos em busca do Score 1000? 


Se você gostou desse artigo, talvez goste também:



Já que está aqui, não se esqueça de nos seguir nas redes sociais:

Posts recentes

Ver tudo

Diversificação de carteira: o que é e como fazer?

Construa uma carteira segura O ditado ‘’não coloque todos os seus ovos em uma única cesta’’ já é um velho conhecido de quem investe. Você precisa fazer uma diversificação de investimentos para protege

Comments


bottom of page